Cerimonias do 10 de Junho - Dia de Portugal e da Raça


You need to upgrade your Flash Player
O 10 de Junho, como Dia de Portugal e da Raça, passou a ser identificado com a defesa das colónias e do regime, enquanto as Forças Armadas foram chamadas a representar o seu papel e a fornecer os actores principais, em adequado enquadramento. A primeira das cerimónias militares do 10 de Junho, para condecorar combatentes, realizou-se em 1963, no Terreiro do Paço, em Lisboa, e o modelo seguido manter-se-ia, com pequenas alterações, até 1973 - formatura geral com forças dos três ramos, tendo à frente os alunos do Colégio Militar e dos Pupilos do Exército, depois os cadetes da Escola Naval e da Academia Militar. Diante deles, os condecorados ou familiares dos que recebiam as condecorações a título póstumo, atrás dos quais se erguia a tribuna, com as altas entidades.